terça-feira, 21 de Outubro de 2008

Robot Aspirador – Roomba

Encontrei um produto que poderia ser uma possível solução para os meus problemas de higiene lá de casa, nomeadamente para os problemas de sujidade no chão. Actualmente este problema é atenuado através de um de três métodos possíveis: ou varro, ou aspiro, ou faço de conta que a sujidade não existe. Mas todas estas tarefas têm um problema muito mais grave do que a própria existência de sujidade em casa, ambas as tarefas são executadas por mim! Isto de limpar ou de fingir que a casa está limpa, parecendo que não, cansa e é um pouco aborrecido. Este produto revolucionário que eu encontrei é o Roomba, da empresa IRobot, e trata-se de um robot que aspira a casa automaticamente.

Ao contrário do que as pessoas que viram o filme I,Robot estão a imaginar, este produto não é nenhum humanóide com quem possamos andar aos tiros ou conversar, mas sim algo parecido com um disco de hockey com fios e luzinhas. Alerto estas mesmas pessoas que podem estar descansadas porque não serão “obrigadas” a ver o Will Smith a mostrar e a elogiar as “sapatilhas” ALL STAR caso queiram comprar o aspirador. Vejam a foto:



Fui então analisar melhor as características deste produto para tentar perceber se seria aconselhável para mim:
  • Capacidade – A capacidade de armazenamento deste aspirador é um pouco diminuta tendo em conta a quantidade de sujidade que costuma existir em minha casa (mesmo depois de eu a limpar). Pelas minhas contas, 1 segundo depois de ter carregado na tecla “Clean”, já o aspirador estaria completamente cheio e estacionado na base de auto carregamento;
  • Autonomia – Como a capacidade é muito pequena, a autonomia, seja ela qual for, torna-se muito elevada. O aspirador vai passar a maior parte do tempo a carregar, o que faz com que a bateria fique viciada e o aspirador deixe de funcionar;
  • Detectores de Escadas – O aparelho vem equipado com sensores que o impedem de cair pelas escadas. O que o fabricante chama de inteligência, eu chamo de preguiça, já que o aspirador não desce nem sobe escadas para ir aspirar nos outros andares da casa, deixando esse trabalho para o proprietário;
  • Preço – O preço deste aparelho, analisando-o do ponto de vista da minha conta bancária, é um pouco exorbitante já que começa nos €295 para o Roomba 530 e nos €389 para o Roomba 560.

Este robot deverá ser uma mais valia para o pessoal de informática já que é possível desenvolver componentes ou aplicações capazes de alterar ou monitorizar o comportamento do aspirador. Mais informação aqui http://www.roombadevtools.com/

Através da alteração de uma simples linha de código, um Geek qualquer foi capaz de colocar o Roomba a correr e a limpar sanitas. Vejam a foto do resultado desta magia da informática:



Eu, como sou preguiçoso, não percebo de informática, não tenho dinheiro e quero ver a casa minimamente aspirada, desenvolvi o meu próprio robot:

11 comentários:

Paola Rhoden disse...

Eita! Vou adquirir urgentemente um aparelho tão inovador como esse que você inventou. kkkkkkkkkkrsrsrsrskkkkk

Maysa disse...

Muito inovador :)

Maysa
http://www.maysadecastro.com.br/blog

IrinaIna disse...

Eu tive um e só me deu problemas...
Atenção em como se gasta o dinheiro!!

Anónimo disse...

Irinalna

Dá problemas? Diga quais ff.

Eu estou mesmo emocionada com este tipo de aspirador...

Obrg.
maria

IrinaIna disse...

Bem, adquiri um em Março, que avariou em Maio... Simplesmente deixou de aspirar. Ele andava mas não fazia a sucção, juntava o pó e depois espalhava-o pela casa toda. Entrei em contacto com o representante, para reparar, e fui informada que o centro de reparação era na Alemanha. Lá foi o roomba para a Alemanha, e voltou cerca de um mês depois (em Abril) EXACTAMENTE na mesma. Aí fui à loja (rádio popular de sintra) e pedi satisfações... E foi-me dito que teria que ir novamente para reparação...) Voltou quase em Junho PIOR.. não aspirava e não andava. Fui à loja, e como me foi dito que não poderia reaver o dinheiro (que não foi tão pouco como isso), exigi um novo. Por lei, apenas após a TERCEIRA reparação, e se o representante assim o entender, é que se pode trocar por um novo, mas eu fiz um escabece tal que mo trocaram...
Vinha sem caixa, e depois percebi que deveria ser o de exposição...
Sabem o que aconteceu em Setembro?? MORREU OUTRA VEZ!!
Desisti, exigi o dinheiro não mo deram, queriam que fosse de novo para reparação (portanto a ideia era passar todo o tempo de garantia em reparação, e depois de o tempo de garantia acabar, logo se via!!)
Para não perder o dinheiro, e porque não queria uma pandeireta cara lá em casa, acabei por ser pressionada para comprar outra coisa, muito mais cara e que não me fazia falta. Era isso ou nada.
Tive azar... O roomba é uma m**** e a loja que mo vendeu (radio popular de sintra) uma m*** ainda maior.
Conselho: não comprem roomba!! Não comprem na rádio popular! Nas horas que lá estive a tentar resolver isto, eram imensos os artigos devolvidos por motivo de avaria, e em algumas vezes vi impingirem artigos de exposição a cliente, tal como me fizeram!!

IrinaIna disse...

De qualquer forma sei que a electrolux tem algo do mesmo género, o Trilobite.
Estou a tentar perceber onde se vende e quanto custa! ;)

roger disse...

Pois é amigos tenho o roomba á quase um ano e trabalha na perfeição. Sou um gajo e vivo só... agora que o programei trabalha todo o santo dia nquanto eu vou também trabalhar...
O melhor do roomba - já mem me lembro de andar de vassoura ou apirador na mão!
O pior do roomba - apenas aspirar e não limpar wc's cozinhas e fazer refeiçoes.
Meus amigs já só penso em adquirir a scooba para fazer companhia ao meu roomba e enquanto um aspira o outro lava-me o chão!
Eu por mim foi uma optima aquisição.

Anónimo disse...

Olá Roger,qual o modelo do seu roomba?obg

patriciapp disse...

tb adoro o roomba 520 e quero comprar o scooba, o meu tem 2 anos, está prefeito, limpa muitos pelos de cão, e muita sujidade pk moro numa vivenda

Anónimo disse...

Eu ca acho que es um bocado porca e vives em imundice:-) nem um aspirador nuclear te serve!

Dav disse...

Irinalda na radio popular, o meu cunhado comprou um portátil que deixou de dar imagem, entregou-o no balcão, e quando o testarão (a frente dele) dobraram-lhe o ecrã até o partirem, depois mandaram para a marca e deram-no como sem reparação por mau uso, só o usaram dois dias!!